Notícias

Dirigentes e coordenadores da Olimpíada dos Tribunais de Contas do Brasil (OTC- Verde) se reúnem para discutir pautas do evento

Dirigentes e coordenadores da Olimpíada dos Tribunais de Contas do Brasil (OTC- Verde) se reúnem para discutir pautas do evento

3 de maio de 2019

(Jornalista: Milena Abrahão Khoury)

No último dia 25, em Brasília, o presidente do Sindilegis, Petrus Elesbão, o presidente da ANOSTC, Evandro Arruda, o diretor administrativo do Sindilegis e vice-presidente da ANOSTC, Alison Souza, e os coordenadores para modalidades esportivas femininas e masculinas Patrícia Maria Corrêa, Livia Fernanda e Reginaldo Coutinho reuniram- se para tratar de assuntos relacionados à participação da delegação do TCU na Olimpíada dos Tribunais de Contas do Brasil (OTC Verde).

Os jogos olímpicos, que neste ano serão sediados em Manaus, entre os dias 14 e 20 de outubro, contarão, novamente, com integral apoio do Sindilegis.

Na ocasião, Evandro Arruda (TCE-PR) fez um convite ao Sindilegis para participação da entidade representativa no IV Congresso de Auditoria Externa, evento técnico que acontece no dia seguinte à abertura da Olimpíada. O tema a ser debatido deve estar vinculado às atividades do Sindicato. “Retorno ao Paraná satisfeito com os desdobramentos da reunião. O Petrus confirmou sua presença e apoio ao evento e afirmou que irá participar do Congresso”, enfatizou Arruda.

 Na pauta do encontro ainda foi discutida a ideia de hospedar cerca de 1.500 atletas em um único hotel. “Se todas as delegações ficarem alojadas realmente em um só lugar, como foi proposto, os laços de amizade serão solidificados”, pontuou Patrícia Maria Corrêa.

Para a coordenadora esportiva, reunir todos os participantes em um mesmo local é um fator que irá estimular o congraçamento e a interação, objetivos principais da competição. Além disso, ela citou que essa possibilidade facilitará a logística de deslocamento dos esportistas.

Alison Souza também ressaltou que o momento olímpico é, primordialmente, de união e de confraternização. Ele ainda avaliou que o espírito de competitividade entre atletas existe, mas disse não ser esse o propósito predominante de uma Olimpíada dos Tribunais de Contas. “Espero que esse encontro seja repleto de alegrias para todos os servidores e aproveito o ensejo para ratificar o total apoio do Sindilegis e da ASTCU, mais uma vez, a esse belo evento”, concluiu o dirigente.

Modalidades para todos os gostos- A Olimpíada dos Tribunais de Contas do Brasil oferecerá aos participantes atividades desportivas diversas, tais como: basquete, voleibol de praia e indoor, futevôlei, beach tennis, tênis de campo e tênis de mesa, futebol society e de salão, corrida de 5km e de 10km, tiro esportivo, natação, pebolim, pôquer ,bocha, boliche, dama, dominó, sinuca, xadrez, truco, pesca esportiva.

Novidades- É a primeira vez que uma OTC ocorrerá na região Norte do país, no período em que se comemora o aniversário de 69 anos do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM). Além disso, o evento, que neste ano é apenas do Brasil, não deixou de fora os servidores-atletas uruguaios que manifestaram o interesse em participar dos jogos.

Author: